Sob o Alto Patrocínio de Sua Majestade o Roi Mohammed VI,
o Conselho da Comunidade Marroquina no Estrangeiro (CCME), o Centro da Cultura Judaico-Marroquina (CCJM, Bruxelas) e do Mosteiro dos Jerónimos de Lisboa


apresentam a exposição

O Marrocos & a Europa, seis séculos no olhar do outro


Ao criar um laço com o passado, o objetivo dos Comissários da exposição Paul Dahan e Sylvie Lausberg é in fine desfazer os estereótipos veiculados no presente a fim de incentivar o respeito mútuo e o diálogo de uma margem para a outra do Mar Mediterrâneo.

A partir dos vestígios deixados pelos diplomatas, os viajantes, os artistas pintores, os escritores, pelos artesões e as populações no seu conjunto, as fontes desta influência hoje recíproca melhoram igualmente o conhecimento das realidades da emigração modificando entretanto a sua percepção.

O percurso proposto aos visitantes salienta a importância do imaginário tanto do lado dos Europeus que entraram em contacto com Marrocos como no espírito dos Marroquinos perante o mundo ocidental. Esta dimensão é essencial para uma compreensão detalhada da evolução destas relações, marcada nos dois lados por um verdadeiro fascínio.

A exposição desperta por último as consciências relativamente a uma identidade marroquina que, embora aberta para o mundo, não deixa de preservar uma especificidade que se exprime designadamente hoje nas produções dos artistas marroquinos contemporâneos bem como através de uma perícia reconhecida tanto na áreas comercial como cultural.

Esta exposição, produzida pelo CCJM e o CCME, teve um grande sucesso junto do público e da imprensa em Bruxelas, na Biblioteca Nacional do Reino de Marrocos de Rabat, na Universidade da cidade de Antuérpia, nos Paços do Concelho da Câmara municipal de Paris e na Biblioteca Francófona multimédia de Limoges.

É apresentada hoje ao público português no Mosteiro dos Jerónimos.

O Mosteiro dos Jerónimos, expoente máximo da História e da Cultura portuguesas reflete, no lavor da sua pedra, os contactos pioneiros da Europa com Marrocos e com outros povos e culturas com quem partilhamos um longo percurso histórico comum. Com esta exposição esperamos, hoje, contribuir para uma nova visão inter-relacional que permita alargar o diálogo e aprofundar o nosso conhecimento mútuo.

Mosteiro dos Jerónimos de Lisboa
Antigo Refeitório dos monges
De terça-feira 16 de Setembro até quarta-feira 15 de Outubro de 2014 (inclusive).

Todos os dias, exceto segunda-feira
Horários: das 10:00 às 17:30, último acesso às 17:00